G bloG

Mais Músicas e Ví­deos, clicar aqui → 
Músicas:
  • WolfGanG Amadeus Mozart, Eine Kleine Nachtmusik, K525, 1787.
  • Bobby Vinton, Blue Velvet, 1963.
Ví­deos:
  • Nelly Furtado, All Good Things (Come To An End), 2006.
  • Paul Potts, Nessun Dorma, Britain's Got Talent, 17Jun2007.
____________________________________________________
____________________________________________________

Herrar é umano.

____________________________________________________

Nada está assim tão mal que não possa piorar.

____________________________________________________

Evoluir siGnifica mudar o foco do olhar,
do umbiGo para o horizonte.

____________________________________________________

sexta-feira, 22 de dezembro de 2006

Solstício de Inverno, 22/12/2006, 00h:20m (Lisboa).


Recebi, há dias, um email, que muito Gostei e aqui reproduzo.

Aproxima-se mais um Solstício de Inverno, em que viveremos a noite mais longa do ano, no nosso hemisfério (Norte), como que num recolhimento uterino desejado.

O eterno retorno ao princípio, cuja 'jan'ela nos há-de ser aberta em 'Jan'eiro, pelo deus 'Jan'us, o de dupla face.

Que este tradicional recolhimento, também informado pelas especificidades do clima, Te acolha numa maré de reflexão e de inquietação sobre este percurso infindo - passado / presente / futuro - a que estamos destinados.

Debrucemo-nos, novamente, sobre as questões da felicidade e do amor e, sobretudo, sobre as dificuldades inerentes, parte das quais, residentes em nós mesmos...

O Inverno é a época para semear.

Os frutos da colheita anterior já se encontram recolhidos. Procuremos, como o semeador, escolher os melhores grãos. É o momento para seleccionar os melhores frutos, obter as suas sementes e voltar a semear, porque há frutos que se estragaram, apodreceram ou não se desenvolveram. Há que eliminar estes e guardar os melhores.

O Sol afastou-se do hemisfério norte. Há mais frio e mais escassez de tudo.

Os membros da tribo reúnem-se à volta da fogueira, onde há luz e calor. O fogo é a representação do Sol que se ausentou. Juntos apoiam-se e compartilham do que têm. O momento transforma-se então, em celebração e cerimónia.

É a noite da solidariedade, do amor e da esperança.

Que este Solstício nos traga a todos, de volta à comunhão com as coisas do Universo e com o universo das coisas da Natureza.

Que as luzes dos «shoppings» não nos sejam demasiado ofuscantes e nos permitam, ainda, uma certa dose de humanidade, de reconciliação dos afectos, de demarcação relativamente às crescentes profanações dos valores.

Que a esperança - de forma cada vez mais consciente e menos alienada - se faça verbo, imagem e certeza.

Junto-me a Ti nesta noite, desejando um Solstício de LUZ e saudando o RENASCIMENTO de todos nós.

Bom auspício!

Com Fraterna Amizade.

1 Sábias Opiniões:

Enviar um comentário

Link para este post

Criar uma hiperligação

<< Home