G bloG

Mais Músicas e Ví­deos, clicar aqui → 
Músicas:
  • WolfGanG Amadeus Mozart, Eine Kleine Nachtmusik, K525, 1787.
  • Bobby Vinton, Blue Velvet, 1963.
Ví­deos:
  • Nelly Furtado, All Good Things (Come To An End), 2006.
  • Paul Potts, Nessun Dorma, Britain's Got Talent, 17Jun2007.
____________________________________________________
____________________________________________________

Herrar é umano.

____________________________________________________

Nada está assim tão mal que não possa piorar.

____________________________________________________

Evoluir siGnifica mudar o foco do olhar,
do umbiGo para o horizonte.

____________________________________________________

quinta-feira, 24 de maio de 2007

Uma Estória.

Um engenheiro foi chamado para solucionar um problema num computador de grande porte e altamente complexo. Um supercomputador de 50 milhões de euros.

Sentado em frente do monitor, pressionou algumas teclas, balançou a cabeça, murmurou algo para si mesmo e desligou o computador. Abriu o computador, tirou uma chave de fendas do bolso e deu meia volta num minúsculo parafuso.

Então, ligou o computador e, verificando que tudo estava funcionando perfeitamente, fechou o computador.

O presidente da empresa, que assistia a tudo, mostrou-se maravilhado com a eficiência do engenheiro e ofereceu-se para pagar a conta, ele mesmo, naquele instante.

– Quanto lhe devemos? – perguntou, tirando do bolso o livro de cheques.

– São dez mil euros, por favor.

– DEZ MIL EUROS??? – berrou o presidente – Dez mil euros por dois minutos de trabalho? Nem eu ganho isso! Dez mil euros para apertar um mísero parafuso? Eu sei que o meu computador vale 50 milhões de euros, mas dez mil euros é uma afronta à minha inteligência! Eu devia chamar a polícia, seu ladrão! Mas vou fazer o seguinte: Pagaremos somente se recebermos uma factura discriminando todos os detalhes técnicos específicos que justifiquem tal valor.

O especialista balançou a cabeça concordando e saiu.

Na manhã seguinte, o presidente recebeu a factura, leu-a com cuidado, balançou a cabeça e preencheu o cheque no mesmo instante sem reclamar.

A factura discriminava:

Serviços prestados:
Apertar um parafuso......................... 0,01 €
Saber QUAL parafuso apertar...... 9.999,99 €
Total........................................ 10.000,00 €


Moral da estória:
Dizem que não se cobra pelo que se faz, mas pelo que se sabe!
Soluções simples resolvem problemas complexos.
O que diferencia os profissionais dos amadores é saber exatamente o que fazer!

0 Sábias Opiniões:

Enviar um comentário

Link para este post

Criar uma hiperligação

<< Home